segunda-feira, Outubro 11, 2004

Coral da Madeira

Aqui o site oficial.

Corais da Madeira

Acerca desta notícia do Público, alguém que explique que "agregações de coral, fontes hidrotermais e estruturas carbonatadas" existem entre 100 e 200 milhas da costa da Madeira— onde as profundidades são superiores a 2000m. Não era mais simples referirem-se a "bancos de pesca", zonas onde a profundidade é bem mais modesta?

um clássico

Um post fora de ordem: o Público às vezes brinda-nos com estas pérolas perdidas...

sexta-feira, Outubro 08, 2004

Patentes, Sun, Kodak

Ainda o tema das patentes "gone bad".

A Sun Microsystems desistiu num processo lançado contra sim pela Kodak, por alegadamente ter abusado de uma patente que toda a indústria considera ridícula (a method by which a program can ask for help from another program).

Um perigo para os consumidores e para o desenvolvimento tecnológico mundial. Mais informação aqui (For various reasons, many of the patents issued by the U.S. Patent Office actually contain no innovation. Such patents effectively allow private actors to recapture ideas that were previously in the public domain, etc).

quinta-feira, Outubro 07, 2004

A noite e os estudantes

Quando Manuel Braga da Cruz, reitor da Universidade Católica Portuguesa, considerou que a indústria da noite exercia uma fortíssima pressão sobre os estudantes e que era responsável pelo menor investimento no estudo e aplicação em geral, foi um escândalo.

É óbvio que a indústria da noite alicia os estudantes. O estudo e a "vida de estudante" são actividades complementares indissociáveis. E se para muitos, a vida à noite não implica com o estudo, para outros é um verdadeiro vício para onde se canaliza as energias e emoções que o estudo e a vida monástica da faculdade não proporcionam.

A borga por vezes é uma desculpa, um escape através do qual se manifestam as frustrações e falta de motivação, de vontade ou capacidade para ultrapassar os obstáculos académicos. É natural que a aplicação diminua. Mas não é alarmante. Factores mais fortes pesam sobre o insucesso escolar ao nível Superior, e seria estúpido restringir a indústria da noite, que serve cidades inteiras, mais do que só estudantes.

Nota final: é natural que este fenómeno não seja conhecido dos Gabinetes de Apoio Psicológico— quem sai à noite por sistema depressa esconjura os seus demónios nos copos, e divãs só os quer para curar exageros...

Ranking

Diz Vital Moreira, no Público: o mais importante vector singular é porventura constituído pelos próprios alunos.

Em última análise, será mais importante o contexto sócio-económico dos alunos, tanto nas escolas públicas como nas privadas, do que a competência científica dos professores, a gestão da escola, equipamentos e actividades.

Se é verdade que a comparação entre escolas só poderá fazer-se em igualdade de circunstâncias, essa igualdade não existe, porque existe uma correlação, clara e socialmente motivada, entre os dois critérios antagónicos.

É interessante o último parágrafo, notavelmente isento de carga ideológica, sobre uma exigência de financiamento público do ensino privado (outra propositada confusão): (...) Em Portugal, o ensino público é um direito, o ensino privado é uma liberdade. (...)

"admirável governante"

Assistimos a um processo com duas vertentes, típico do estilo Putin: a democracia é a melhor coisa do mundo, desde que se considere que a democracia sou eu.

Eduardo Prado Coelho, no Público, sobre um dos piores Ministros de que há memória— Rui Gomes da Silva.

Depressão

Uma das novas doenças do século, calculando-se que será a segunda causa de invalidez, na Europa de 2020.

Não é possível censurar e proibir o Bloco de Esquerda, esse movimento neo-depressivo? Por motivos de saúde pública?

O monstro Google volta a atacar

O Google propõe um serviço de indexação de livros. Amazon ao quadrado. Revolução à vista na imprensa escrita.

Burma Campaign

Uma ONG. determinada a denunciar porventura o mais cruel regime do mundo. Por cá, a opinião pública começa a aperceber-se da realidade atroz que se vive na Birmânia.

Este não estava disponível


Para liderar o PCP.

Separados à nascença

A luta continua a ser perdida

Agora que o Partido Socialista sob a liderança de Sócrates se desloca para o centro, era a altura certa para o PCP se modernizar e pressionar o PS pela esquerda. A saída de Carvalhas poderia ser o catalisador perfeito, na altura perfeita.

Contudo, no belo estilo estalinista, já existe sucessor. Jerónimo de Sousa parece ser coveiro-geral indigitado do PCP. O Partido do proletariado regressará a uma política ortodoxa que pouco colhe na actual sociedade portuguesa. A disputa eleitoral com o Bloco será dolorosa para os comunistas.

Marcelo

Manobra maquiavélica do professor, ou pressão política inaceitável, o mundo do comentário político ficou mais pobre com o abandono de Marcelo da TVI. Um choque.

Nota negativa para o Governo, na figura do Ministro dos Assuntos Parlamentares, Rui Gomes da Silva, e Media Capital.

terça-feira, Outubro 05, 2004

Irão

Autoridades iranianas anunciam que o país dispõe agora de mísseis com alcance de 2000km, o suficiente para alcançar partes do sudeste da Europa. Segundo os especialistas, este avanço tecnológico significa que a tecnologia balística iraniana deixa de ter restrições— como provam as intenções de lançar um satélite especial no ano próximo ano.

"If the Americans attack Iran, the world will change ... they will not dare to make such a mistake," Rafsanjani was quoted as saying in a speech at an exhibition on Space and Stable National Security. (Reuters)

Tarde de mais, é altura da Europa unir esforços para que o programa de armamento nuclear da República Islâmica seja rapidamente interrompido.

Adeus Carvalhas

Carlos Carvalhas vai abandonar o cargo de secretário-geral do Partido Comunista Português, onde se eternizou durante 12 anos, com sucessivas e reiteradas derrotas eleitorais e perda de eleitorado e influência social do PCP.

Depois do bom exemplo de sucessão no Partido Socialista (que teve o sério revés de ter deixado o país sem Oposição responsável durantes uns meses), vamos ter algo parecido no Partido Comunista? Há renovação à vista? Alguém ainda acredita no Comunismo?

Aeroporto


A ampliação do Aeroporto da Madeira sobre o mar obrigou à execução de um enorme aterro que serviu para melhor execução das fundações indirectas dos pilares que suportam a imensa laje.

Esta área tem sido aproveitada pelas entidades regionais para diversas iniciativas ad hoc, mas surge agora um projecto ambicioso que visa dotar a zona oriental da Ilha de importantes equipamentos lúdicos. Um exemplo a seguir, quando comparado com os fundos perdidos em tantos projectos Polis por esse país fora...

Prémios Ig-nobel

Já um pouco tarde, aqui ficam a lista dos Ig-nobel, assim como da Fundação Nobel.

ETA

Saúda-se a mais recente operação policial contra a ETA, que resultou na detenção de uma importante estrutura de comando.

Fenomenal

O blogue-sensação-nonsense O Anacleto é fenomenal!

Ideias claras de Sampaio

Em Portugal, onde toda a gente sabe como endireitar o país, é bom saber que ainda existe alguém em cargos de poder que não sabe o que anda por cá a fazer, e se permite não ter qualquer ideia clara para a condução da nação.

Estúpido é você

Rui Gomes da Silva ao seu pior nível.

Revolução à vista

A biometria está a chegar ao mercado de consumo.

Preconceito contra muçulmanos

Artigo da Arab News: recentes sondagens revelam que existe um preconceito dos americanos contra os muçulmanos; tal deve-se à ideia false que os líderes muçulmanos não condenam "actos de violênccia perpretados em nome do Islão", e que tais são actos de minorias; e que as raizes da violência se encontram— claro— na atitude norte-americana perante Israel.

Independentemente do assunto do Médio Oriente, o que qualquer Ocidental não percebe, por muito tolerante que seja, é como é que uma sociedade dita civilizada permite, nos seus países mais prósperos, a escravização das mulheres, a opressão das minorias, a tirania política, o desrespeito pelos direitos humanos, o obscurantismo científico e social, o ódio e o desprezo pela vida humana, tudo isto e mais sem controlo ou censura dos seus pares.

Iraque, Al-Qaeda, WMD

Enquanto Blair defende, e bem, que o mundo está mais seguro sem Saddam— movendo o foco da discussão pública para a oportunidade da intervenção no Iraque—, a administração Bush continua enredada na justificação trapalhona das ligações nebulosas entre o Saddam e a Al-Qaeda, e a existência de armas de destruição massiva...

segunda-feira, Outubro 04, 2004

Telemarketing

Por favor implementem qualquer coisa parecida a isto cá em Portugal

Down with IE6

Deixo aqui o meu contributo contra o Internet Explorer e a favor do Mozilla/Firefox, por muitos considerado o melhor browser de sempre.

Aqui um bom artigo sobre a "falta" de estratégia da Microsoft. E aqui outro sobre as browser wars em curso, com uma data de links interessantes...

Espaço 2004

A "final frontier" parece mais próxima depois do SpaceShipOne ter ganho o Prémio X, que consistia na proeza da realização de dois voos suborbitais tripulados no período de 5 dias, o que segundo os investidores do programa, pode ser o princípio do turismo espacial.

Enquanto isso, os velhinhos Space Shuttles parecem preso ao chão pelo peso da imensa burocracia da NASA...

Trabalhar faz mal

Palavras para quê? Toca a descansar!

O pior do guterrismo...

...era um Governo incapaz de justificar as suas decisões sem recorrer a vitimizações.

domingo, Outubro 03, 2004

New frontiers

Aqui o discurso de JFK.

Ao lembrar-nos das últimas entrevistas a Sócrates, fica claro que deveria aprender qualquer coisa com um dos presidentes mais carismáticos e eloquentes dos Estados Unidos...

Novas fronteiras

Curiosamente, depois de umas semanas a protestar contra o "clientelismo" do Partido Socialista, Manuel Alegre apenas esboçou um ligeiro desagrado perante o nome escolhido por Sócrates para aliciar independentes simpatizantes para o novo projecto de poder para Portugal.

A apresentação de Sócrates, com estética Microsoft Windows (fundo azul, núvens, palavras de algodão branco), antevê tudo menos um fórum de debate e projectos. Esse, já houve durante a campanha a secretário geral. Esperemos então uma operação de glamour.

Caça

Segundo o Público, a Federação Portuguesa de Caça quer o fim do terreno livre, uma posição que muitos considerarão corporativa.

Contudo, é difícil aceitar argumentos que andar aos tiros em baldios demarcados é seguro ou ambientalmente sustentável. Por muito menos proibiu-se o campismo dito "selvagem".

Faz parte do bom senso que os actuais terrenos livres sejam cadastrados, assim como os caçadores que pretendam usufruir deles— passando a coutadas públicas, em regime de caça associativa, ou outro sistema que se possa inventar.

Num país europeu moderno, os "interesses" e "direitos adquiridos" dos caçadores em terrenos livres têm de ser controlados— não estamos na África colonial, ou num far-west como o que foi retratado no filme "Bowling for Columbine".

Paridade

Ainda a propóstito da notícia comentada abaixo, porque é que o Partido Socialista acha que é "paritário" uma quota de 33% para determinado sexo?

Uma relação de 1 para 2? Ainda não percebi se a vida está fácil ou difícil para as mulheres socialistas...

Quotas

Das notícias vindas a Público, depreende-se que José Sócrates pragmaticamente decidiu borrifar-se para o espírito das as quotas de mulheres impostas pelo PS na sua lista para Comissão Nacional do partido. Aparentemente, os lugares cimeiros (o seu núcleo duro) são todos ocupados por homens.

Por um lado, saúda-se a falta de baboseira na abordagem de Sócrates; por outro lado, espera-se que possa criar as condições para que mais mulheres possam fazer ver o seu valor, no PS e no país, sem discriminações "positivas" que só as vexam.

Igualdade

Na senda de todos e mais alguns disparates que têm sido feitos em nome da igualdade, Bruxelas vem impôr a não descriminação dos sexos no acesso aos seguros— aparentemente em alguns países da União, as mulheres pagam mais por seguros de saúde devido a "risco" de gravidez e maternidade—, e menos pelos seguros automóveis, por fazerem parte das classes de sinistralidade menos graves.

Pode ser defensável que o Estado obrigue as seguradoras a distribuir o custo social de gravidezes e maternidades por todos os consumidores de seguros de saúde; não é justo penalizar os cidadãos mais cumpridores (nas estradas como em outras actividades) para subsidiar as más práticas dos restantes.

Darfur

Enquanto muitos se deslumbram com o nível de mortandade no Iraque, o conflito no Darfur não dá sinais de abrandar, sob o olhar complacente da comunidade internacional.

"About 50,000 people have died and 1.2 million have been uprooted from their homes in the crisis." (Reuters)

Political Bias

Nos Estados Unidos da América, discute-se abertamente "political bias" de Dan Rather e da CBS, demonstrado na reportagem sobre o serviço militar de George W. Bush, baseada em documentos claramente falsos.

Um exemplo para Portugal, onde a liberdade de expressão "politicamente correcta" só corre num sentido.

Hilariante

http://johnkerryads.websiteanimal.com/