quinta-feira, novembro 17, 2005

♪ A Vez das Grandes Vozes

(clicar para ouvir)
http://www.pixeldudes.com/stuff/verde.mp3
Natália de Andrade - O Nosso Amor é Verde

Passeando por aqui fui obrigado a lembrar-me dessa grandiosa Diva do canto lírico que foi Natália de Andrade, conhecida de muitos apenas pelas caricaturas de Herman José na Roda da Sorte. Como tenho todas as canções dela que é possível encontrar, vou partilhar convosco a minha favorita, O Nosso Amor É Verde, onde a voz de Natália de Andrade consegue a proeza de nunca encontrar a nota e o tom certos.

38 comentários:

  1. Muito bom! AA, é impressão minha ou estás com um sentido de humor acidamente acutilante

    ResponderEliminar
  2. A direita acabou de ganhar um respeito renovado ao relembrar essa pérola da desafinação que era Natália Andrade e o seu amor em tons que, actualmente, estarão muito fora de moda.

    E ouvi pela boca de um dos técnicos em estúdio aquando da gravação dessa magistral obra do desencanto lírico que a senhora garantia a plenos pulmões ser uma Diva. Aliás, início de citação, "a Maria Callas, ao pé de mim, não sabe nada", fim de citação.

    Pedro Veiga

    ResponderEliminar
  3. Cara Alaíde,

    Não confundir AA com AMN. Nem AMN com AA. Nem AAN com AMM.

    Caro Pedro,

    Portugal não mereceu a voz, o rigor, o talento e a entrega de Natália de Andrade. Essa é que é essa!

    ResponderEliminar
  4. Muito, muito bom!
    Serviço público, é o que é!
    Disto não se ouve na Antena 2.

    ResponderEliminar
  5. Com mil demónios...
    O ministério da defesa podia contatá-la como arma!

    ResponderEliminar
  6. Podiam largar a senhora... ou pelo menos tirar as molas...

    ResponderEliminar
  7. precipitação minha. como normalmente é o AA que põe música, não reparei que este magnífico apontamento musical era do AMN,
    AAN is who or what?

    and by the way, it was very nice to meet you AMN;)

    ResponderEliminar
  8. Foi mais um belo momento blogosférico brought to you by A Arte da Fuga!

    Este bateu a música sérvia, Adolfo, mas acho que ainda podemos bater mais baixo! >)

    ResponderEliminar
  9. Adolfo, pior que isto só a música da Turquia no Eurovisão 93...

    ResponderEliminar
  10. Estou apaixonado por este Blog. Muitos Parabéns!. Podería arranjar-me a Sinfonia N° 5 de Mahler IV Adagietto. A mesma de "Death in Venice" de Tomas Mann?

    ResponderEliminar
  11. Absolutamente genial, Adolfo!!!

    Não querendo estragar a festa, não acho que a senhora saia do tom... porque a música é praticamente atonal. Nem sequer desafina, creio. Tem uma voz estridente, isso sim. Aliás, para alguém "afinado", o mais difícil é mesmo desafinar. Aquela proeza do 1/8 de tom... acho que o único tipo que grava CD's q desafina mesmo de forma "profissional" é o (grande) Zé Cabra.

    Esta senhora é mítica. Duma contemporaneidade e com uma interpretação pessoal absolutamente estonteante. Vou ouvir mais 10 vezes e linkar :)

    ResponderEliminar
  12. João! É o ADOLFO, pá! Isto de vocês os 2 começare por "A" e não assinarem por comprido dá nestas confusões ;)

    Sò te posso dizer que isto é a melhor música de todos os tempos!!!!

    Bendito sejas, meu caro! ;)

    ResponderEliminar
  13. É pá... depois de ouvir 7 vezes ainda não me fartei... mas acho que devia estar meio bêbado quando disse que a senhora não desafina...
    oops, tenho que pedir desculpa por ter insinuado que alguém estava a chamar bêbado a alguém...

    ??

    ResponderEliminar
  14. ... tenho que ouvir outra vez

    ResponderEliminar
  15. é coisa angustiada e inquieta, consegue prender... até que a diva canta "... tu és verde", aí não dá para conter a gargalhada

    ResponderEliminar
  16. O melhor é o início:

    "O nosso amor é ve-rê-re-de..."

    Lindo.

    E o final, estonteante quando ela vai lá acima buscar o "veeeeerde"... mítico.

    ResponderEliminar
  17. Caros blogueiros do lado oposto da barricada ideológica:

    Sugiro-vos, para um novo baixio cultural, que procuram uma música cujo intérprete não me recordo, mas que será, certamente, um benfadado emigrande lá nas Suiças.

    Sei que o nome da música é Rock Alpino. Caracterizo-o como uma mistura de José Figueiras a cantar o tirolês e um concerto de world music às 11h da manhã no Palco do género no Rock in Rio 2072. A escutar.

    Pedro Veiga

    ResponderEliminar
  18. Ela era de facto muito boa. Para quem ainda não visitou, recomendo o site www.homophonecd.com, onde ela está reeditada,
    (já encomendei o disco) e agradecia ao amigo que pôs este post que me arranjasse aqueles dois inigualáveis momentos em que ela canta "Ai que apertada, que apertada que eu me sinto!...",
    e a ária da "Rainha da Noite",
    uma coisa espantosa, muito para lá da Arte da Fuga.
    Cora de vergonha, ó Bach, perante esta musa cristalina.

    ResponderEliminar
  19. ... verde, eu também...a cor é essa mesma!

    ResponderEliminar
  20. Adolfo, algo está muito mal quando este é um dos nossos posts mais comentados... acho que devíamos deixar a Direita e o liberalismo entregues à sua sorte e enveredar pelo caminho das redescobertas do nosso rico património musical...

    ResponderEliminar
  21. E o Graciano Saga? Hein?

    "Vem devagar emigrante!"

    ResponderEliminar
  22. Er...eu gosto da música da Turquia na Eurovisão 1993 :P

    E obviamente ADORO Natália de Andrade. Embora a Sophie Carle pudesse eventualmente ser concorrência hihihi

    ResponderEliminar
  23. Adolfo, reparei agora, que não te pedi desculpa. mil perdões! senti-me muito envergonhada quando me alertaste para a confusão [e foi ainda pior quando me apercebi que o pedido de desculpas tinha sido engolido :( ]...

    e agora mais informações a nossa Diiiiiiiva, desta vez internacionais:

    http://www.counterpoint-music.com/specialties/muse.html

    "A celebration of sincerity of the heart and transfixed
    dedication in singing which has otherwise gone unrecognized"

    ResponderEliminar
  24. Conheço o "aqui" de algures, cof... Agrada-me muito saber que a diva regressou à boca do povo. No bules já pûs todos a ouvir essa grande cantadeira nacional. E se estivesse viva, faria peregrinação até sua casa e pedir-lhe-ia um concerto em privado. Oh sim, morreria feliz.
    "O nosso amor é verde" é o seu maior hit, mas recebi mais outro clássico... nem sei bem que diga: chama-se "Não dá gosto vestir assim".

    ResponderEliminar
  25. Faço minhas as palavras do jmnk : «não dá para conter a gargalhada!»

    Um grande bem haja por este momento hilariante!

    A «Arte da Fuga» a revelar-nos a Arte da Desafinação.

    ResponderEliminar
  26. AA: "acho que devíamos deixar a Direita e o liberalismo entregues à sua sorte e enveredar pelo caminho das redescobertas do nosso rico património musical..."
    isso! isso! ;)

    ResponderEliminar
  27. A mim, quem me tira a música sérvia tira-me tudo.
    Tirem-lhe as sandálias de salto alto dois números abaixo por favor!

    ResponderEliminar
  28. Simplesmente MARAVILHOSA!
    Marysol

    ResponderEliminar
  29. Olá
    Obrigado por partilhar "O amor é Verde" de Natália de Andrade.
    Há anos que procurava por isto. Fiquei agora a saber que esta Diva tem mais músicas.
    Será possível enviarem-me mais músicas dela ou os link pra eu poder ir buscar?

    O meu e-mail:
    exb@iol.pt

    Muito Obrigado
    Eduardo

    ResponderEliminar
  30. Bem... eu consegui fazer download das musicas desta nossa maravilhosa diva (LOL) no eMule... e uma questao de experimentares...

    ResponderEliminar
  31. Será possivel?...como é possivel?...Alguém....CANTAR TÃO MAL?!?`!É HORRIVEL!SOCORRO!!!!!

    ResponderEliminar
  32. Meus queridos amigos
    Por puro acidente,tive o prazer de conhecer pessoalmente esta senhora e garanto-vos que é inesquecivel.
    Tudo o que é relatado nos diversos comentários é a pura verdade,pois minha mulher que trabalhou na Valentim de Carvalho na Rua Nova do Almada,desde os 17 anos,um belo dia apresentou-me a senhora,a qual vulgarmente ia pedir emprestada a chave do armazém dos pianos para lá ir treinar os tais célebres vocalizos que deixavam a Maria Callas "de rastos" (segundo as suas palavras).
    Claro que falar com a senhora era uma autêntica prova de resistência....para não acabarmos a rir estericamente.
    Nunca mais me esqueço de um célebre Sarau no Ciclo Camilo Castelo Branco,(organizado por um grupo de admiradores (????) da senhora)em que se apresentou com o célebre vestido verde e dedo entrapado,pois segundo contou ao dignissimo público (estava á cunha!!)estava de manhã a treinar os célebres vocalizos mas o "ordinário" do vizinho de cima,não parava de bater com o cabo da vassoura.
    Ficou tão nervosa, que ao cortar uma laranja deu um golpe no dedo.
    O publico estava totalmente suspenso com aquele momento de "stand up comedy".
    Brindou-nos em seguida com as suas fabulosas interpretações e....á segunda aquilo já começava a sêr uma tortura,pois como me encontrava sentado á frente,não me podia rir e a minha expressão devia sêr tal que um sujeito tocou-me no ombro e disse:
    Oh Amigo!!!!Pode-se rir á vontade pois a NINI não vê um palmo á frente do nariz!!
    FIQUEI MUITO MAIS SOSSEGADO.
    Quando o Sarau terminou,o mesmo sujeito,á laia de explicação disse:
    A questão é a segunte,organizamos estas coisa, pois a NINI fica felicissima e nós divertimo-nos imenso.
    É JUSTO!!!!!!!! (pensei eu!!!)
    Entretanto,se alguém gravou a entrevista do Herman a semana passada na tv Memória,agradecia que compartilhasse connosco a gravação ainda a preto e branco da nossa DIVA colocando-a no YOUTUBE pois é um mimo.(eu já fui tarde,pois já só vi a repetição do dito programa.
    Eu já cumpri a minha obrigação,pois compartilhei com todos vós o clip da nossa artista no "Passeio dos Alegres" (fazia parte dos meus arquivos....cada maluco tem a sua mania!!!)

    ResponderEliminar
  33. Para quem estiver interessado num álbum inteiro desta, uhm, diva, aqui vai ele - http://pedrowickerman.tumblr.com/post/4638075673/natalia-de-andrade-arias-de-massenet-e-verdi

    ResponderEliminar
  34. Muito obrigado caro Pedro!

    ResponderEliminar
  35. Não tens medo que te faça mal tanta ironia?

    ResponderEliminar
  36. há documentário feito sobre esta senhora: http://www.nataliaadivatragicomica.blogspot.pt/

    saíu agora o dvd na Fnac;)

    ResponderEliminar