quarta-feira, dezembro 21, 2005

Debate

Mário Soares pode, até, dizer que ganhou o debate, o que em certo ponto até posso conceder. Resta saber se ganhou algum voto aos que pensavam votar Cavaco. E aí, onde a porca torce o rabo, parece-me que Soares foi derrotado a toda em linha. É como Portugal quando vai à Eurovisão. Não temos pontos e ficamos sempre em último, mas somos sempre os mais bem vestidos, temos o melhor maestro e fomos considerados os mais animados da noite.

3 comentários:

  1. Pessoalmente achei Mário Soares mal-educado e desagradável. Não sei como é que se ganham debates desta maneira. A eleição é para representante de uma nação, não para lutador de Muay-Tai (ou lá como se escreve).

    ResponderEliminar
  2. Soares de facto ganhou. Mas o preço que pagou, mesmo com um Cavaco fraquinho, que teve medo de lhe dar troco, fui alto. O eleitorado viu a indecente nudez de Soares, um candidato que fala frances e toca piano e que diz que os outros não.

    ResponderEliminar
  3. Eu ainda estou para perceber como é que se pode dizer que Soares ganhou o debate...
    O homem disse e desdisse-se com o maior dos descaramentos, mostrando a todos os que viram o debate o verdadeiro aldrabão que há em si. Cavaco não precisou defender-se, apenas deixou Soares enredar-se nas suas trapalhadas e mentiras. No fim, Cavaco tinha dito tudo o que queria e Soares não lançou uma única ideia construtiva.
    Ficou a imagem do desespero, da mentira e do baixo nível. Soares faz campanha por Cavaco.
    Cavaco ganhou claramente o debate.
    Para que fique claro, não sou nem nunca fui cavaquista.

    ResponderEliminar