sexta-feira, março 14, 2008

Quotas leiteiras

José Medeiros Ferreira dá bem conta, embora presumo não acompanhe as minhas conclusões, da absoluta incapacidade de órgãos centrais planificarem a economia, impondo quotas e limites, barreiras e subsídios. Isto a propósito das quotas leiteiras, que durante anos impediram regiões produtoras de produzir na sua máxima capacidade.

Pois parece que, como qualquer pessoa de bom senso deveria saber, a tecnocracia europeia foi incapaz de prever a evolução do mercado e agora, lamentavelmente, “o mercado mundial do consumo de produtos lácteos alargou-se entretanto de tal maneira que os preços estão a subir fortemente há dois anos e a oferta não acompanha”.

Seria talvez conveniente retirar algumas lições daqui. E, já agora, que os decisores da UE fossem obrigados, do seu património pessoal, a reembolsar os produtores pelos prejuízos causados e os consumidores pelos preços pagos a mais à conta de uma decisão absurda.

Sem comentários:

Enviar um comentário