terça-feira, julho 24, 2012

Quem tem medo da liberdade de opção?

Excertos de Quem tem medo da liberdade de opção? por Carlos Guimarães Pinto n'O Insurgente
Regressando ao campo da discussão de ideias, convém não esquecer o importante destas declarações do Michael Seufert: a ideia de permitir aos jovens fazer o opt-out da segurança social. Não será por acaso que a esquerda reagiu com ataques pessoais a essas declarações: o horror à liberdade de escolha sempre foi umas das suas imagem de marca. É assim na educação, na saúde e também agora na segurança social. E têm toda a razão para ficar aterrorizados, porque quando dada a opção, a maioria dos portugueses escolhe o caminho que menos se encaixa nos seus preconceitos ideológicos: preferem ser educados em escolas privadas e tratados em clínicas privadas. Não será por isso difícil de prever que, se lhes for dada a opção, escolham ter os seus planos de poupança privados, em vez de entregarem esse dinheiro ao estado para o gerir em seu nome (note-se a ironia aqui de um estado que mal sabe gerir as suas contas a querer substituir-se aos cidadãos na gestão das suas).

Sem comentários:

Enviar um comentário