terça-feira, outubro 30, 2012

cidadãos que guardem a desconfiança, que nutrem uns pelos outros, para o Estado

Desnorteados por André Abrantes do Amaral:
.. a percepção de que o modelo socialista se esgotou e o desenvolvimento do país não pode ser feito à sombra do Estado. Precisamos que este garanta as liberdades individuais, nos proteja dos arbítrios do poder, mas não empate o nosso esforço e destrua as nossas capacidades. Não queira viver à nossa custa. Precisamos de políticos humildes e não megalómanos e omnipotentes. Necessitamos de cidadãos que guardem a desconfiança, que nutrem uns pelos outros, para o Estado. Um novo rumo obriga a outra mentalidade e forma de estar.

Sem comentários:

Enviar um comentário