segunda-feira, novembro 19, 2012

facturação detalhada

uma sugestão:
A Câmara dos Deputados do Brasil aprovou, há poucos dias, um projecto-lei de iniciativa popular (que recolhera mais de um milhão e meio de subscritores em 2006) que obriga à inclusão discriminada na factura dos impostos pagos pelo consumidor pelos bens ou serviços adquiridos.

Numa altura em que, sob ameaças de toda a espécie, se exigem, em Portugal, facturas para tudo e para nada (parece que a próxima novidade é a sua obrigação para as gorjetas e gratificações), seria excelente que o estado desse, também ele, um exemplo de transparência, e informasse os cidadãos com quanto lhes fica por cada transação comercial. Seria uma boa maneira de todos percebermos ainda melhor como o estado nos pesa, para além do muito que já nos cobra sobre os rendimentos e a propriedade. Fica aqui a sugestão.

Sem comentários:

Enviar um comentário