sexta-feira, novembro 02, 2012

mais impostos por mais Estado "social"

Chegou a altura de escolher entre mais impostos ou mais deste “Estado social”:
Confesso que eu, “funcionário da Humanidade”, tenho cada vez menos paciência para a esquizofrenia destes discursos que saltitam de emoção em emoção sem nunca colocar os pés na terra. É que isso tem um custo muito pesado quando chega a altura de perceber que caminho seguir.
Num país menos esquizofrénico e com menos tendência para se deixar embalar em frases sonoras, a famosa discussão sobre as funções do Estado – com ou sem “refundação” pelo caminho – há muito que se teria iniciado. E ter-se-ia iniciado exactamente pelo Estado social, não fosse o tema ser tabu.
.. Ainda hoje há quem se recuse a aceitar que acabaram de vez os anos gloriosos do crescimento económico exponencial ..
Durante anos, os portugueses ficavam furiosos de cada vez que fechava o mais pequeno e desajustado serviço de saúde, a escola mais isolada e inapropriada ou a esquadra de polícia mais podre. Os portugueses – sobretudo os portugueses da classe média – estão agora furiosos com o Governo por causa dos impostos.

Sem comentários:

Enviar um comentário