sábado, novembro 03, 2012

O Estado Oco

O Estado Oco:
Gasta quase 50% do PIB. Tudo regula, em tudo intervém, sobre tudo quer ter controlo. Tem como objectivo servir sucessivos governos nas suas tarefas de “estimular a economia”, provocar “choques tecnológicos”, diminuir milagrosamente o desemprego, redistribuir a riqueza, impor a “justiça social”. Sendo um estado tendencialmente máximo, não garante nem justiça, nem protecção, nem defesa externa. Sendo um estado tendencialmente máximo, não tem dentro de si um estado mínimo. É oco.

Sem comentários:

Enviar um comentário