quinta-feira, novembro 01, 2012

o Estado vs Autoridade

um novo bordão por Rui de Albuquerque:
.. o “tira estado, mete estado”, que o Pedro agora ridiculariza, não é, por isso, apenas útil a quem defende uma liberdade-liberal, mas também àqueles que encontram a liberdade na Igreja Católica, sobretudo se virem esta como orientadora da comunidade social e política. É que num estado omnipresente, com muito “mete estado”, portanto, a presença da Igreja será sempre residual. Para melhor compreensão de todos, eu sintetizaria estas minhas conclusões num novo bordão, que deixo à consideração do Pedro: “mete estado, tira Igreja, mete Igreja, tira estado”. Serve assim?

Sem comentários:

Enviar um comentário