segunda-feira, novembro 05, 2012

Refundemos

Refundemos por Hélder Ferreira:
Embora o primeiro-ministro se tenha referido ao acordo com a ‘troika', a verdade é que todo o Estado enquanto organização burocrática que trata dos interesses comuns dos portugueses precisa uma refundação. E vai tê-la a bem ou a mal. Como em princípio preferimos todos que seja a bem, convinha começar por algum lado. A primeira coisa que ocorre é a Justiça, responsável por muitos dos nossos males. Mas refundando: com a excepção de dois nórdicos quase não existe um país da UE, nem um, que não tenha no seu território, seja ele próprio ou tenha à mão de semear, uma zona franca ou um "paraíso fiscal", nem um. Perdão. Há um: Portugal. Esse oásis. Porque não "refundar" o sistema fiscal? Este que temos é iníquo, injusto, anestesiante e não serve as pessoas que têm o azar de ser contribuintes nesta paróquia mal frequentada. Enquanto em todo o lado se expandem zonas francas com claras vantagens no comércio e investimento, em Portugal eliminam-se. A bem da...a bem de quê exactamente?

Sem comentários:

Enviar um comentário