quarta-feira, novembro 28, 2012

sociedade sem Estado

A reforma do Estado por André Abrantes Amaral:
.. devido à situação de emergência em que o Estado se encontra, a vida em comunidade terá de ser feita sem a sua omnipresença.

Tal implicará que as pessoas tenham poder decisório sobre o que lhes diga directamente respeito. Um homem, uma decisão. É interessante observar como o socialismo, que não acredita no livre arbítrio dos indivíduos, fala tanto da pessoa como ente abstracto.

É apreendendo esta diferença que se torna possível viver em sociedade, sem que uma entidade central defina todos os parâmetros da vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário