terça-feira, dezembro 04, 2012

A casa arde (2)

No seguimento de A casa arde,

Assaltar a casa enquanto arde por Carlos Guimarães Pinto:
Seria de esperar que perante esta perspectiva desanimadora na segurança social, os líderes políticos tentassem adiar o mais possível o desfecho, começando a cortar nos benefícios. Mas não foi o que aconteceu até 2011. O que parece ter acontecido nos 10 anos anteriores a 2011 é o exacto oposto. Consciente ou inconscientemente, parece estar a passar-se a típica situação de tentar saquear o mais possível antes que a falência se torne inevitável, acelerando-a.

Sem comentários:

Enviar um comentário