quinta-feira, janeiro 10, 2013

É o capital, estúpido! (2)

No seguimento de É o capital, estúpido!, ainda o ódio ao capital e as suas consequências — Resolver por Hélder Ferreira:
É como se os europeus lavrassem a terra com tractores e nós o fizéssemos com enxadas ou colheres de chá. Sem aumentar o rácio capital/trabalhador não há qualquer hipótese de nos tornarmos mais produtivos e competitivos. Uma menor tributação dos lucros das empresas permite acumular capital, melhorar esse rácio e atrair investimento, mas resolve muito pouco se não for enquadrada numa reforma mais vasta, como um regime de licenciamento e uma Justiça mais célere ou a eliminação de entraves burocráticos.

Sem comentários:

Enviar um comentário