terça-feira, fevereiro 05, 2013

Tretas

Ouvi o Seguro a dizer que este era o governo mais liberal de sempre, empenhado em criar um país em que as pessoas morrerão sozinhas. E - como dizer - ou o homem (para além de politicamente seboso) é estúpido, ou acha que os simpatizantes do PS são estúpidos; ou é desprovido de vergonha, ou acha que os simpatizantes não a têm (e é capaz de ser verdade, tão caladinhos que estão). Mas o Seguro é um rato. Deslumbrado com o pódio de propaganda alucinada que antes era do Sócrates. Deste lado da realidade, o Governo é uma cópia a papel-químico (do-chinês, não há dinheiro) de todos os anteriores - e com originalidades muito pouco "as mais liberais de sempre".

Tretas:
Como não nos faltam dossiers a negociar por esse mundo fora teremos de criar a Secretaria de Estado da Promoção do Têxtil; a Secretaria de Estado do Calçado (não confundir com calçada portuguesa que também terá uma subsecretaria); a Secretaria de Estado da Cortiça e Derivados; a Secretaria de Estado das Empresas de Construção; a Secretaria de Estado dos Programas de Televisão e Cinema Português… tudo integrado num super-ministério que terá como símbolo o bacalhau, animalzinho que enquanto estas loucas almas (sem esquecer também estas) não levarem a sua avante podemos num símbolo do empreendedorismo português transformar em pastéis, açordas e assados.

Sem comentários:

Enviar um comentário