terça-feira, março 12, 2013

Democracia em falência

Democracia em risco (2):
A escolha será simples, mas difícil: ou a via liberal de um Estado controlado pelos cidadãos, ou o caminho populista da intervenção estatal e o espezinhamento natural das liberdades individuais. Qualquer das escolhas dará azo a discussões acesas nos anos mais próximos.

.. falindo o regime, a via populista será a mais provável. Qualquer opção pela liberalização política e o controlo efectivo da actividade estatal implica um exigente nível de consciência e responsabilidade individual. O desafio que vivemos não é apenas económico, mas também cultural. Apenas uma profunda mudança na cultura política portuguesa nos permitirá seguir a primeira opção.

Sem comentários:

Enviar um comentário