segunda-feira, abril 08, 2013

a bunch of socialists

You’re all a bunch of socialists por Miguel Botelho Moniz:
Tenho notado algum melindre por parte de algumas pessoas quando confrontadas com o facto de serem socialistas. Fico perplexo com a reacção, na medida em que apontar a origem das ideias que uma qualquer pessoa defende não é uma ofensa ou um exercício de name-calling. Especialmente porque quando, aqui n’O Insurgente, apontamos a alguém que o que defendem é socialismo, fazemo-lo com um mínimo de rigor argumentativo.

O socialismo é um sistema económico. Um sistema onde, por definição original, os meios de produção são propriedade social (colectiva, estatal, cooperativa, whatever) e a sua gestão e planeamento têm fins sociais e colectivos. A maior parte das pessoas, mesmo muitas inscritas no Partido Socialista, não se reverão neste definição, pois o significado do termo tem vindo a evoluir para a social-democracia. Esta, por sua vez, define-se como um caminho democrático e reformista que visa, como objectivo final, a implantação do socialismo por uma via pacífica, democrática, de transição progressiva do capitalismo. Um social-democrata é portanto um pouco como Santo Agostinho: Dai-me o socialismo, mas não agora. Por fim, temos a democracia-cristã, que mais não é que uma doutrina que defende, em termos económicos e de forma geral, as mesmas políticas que a social-democracia, mas que por pensamento mágico parece achar que o resultado final será diferente.

Não vale sequer a pena referir as doutrinas totalitárias como o fascismo (o socialismo com corporações em vez de sovietes ou cooperativas), o nacional-socialismo (este nem se esconde, ainda por cima) ou o comunismo (a via revolucionária para o socialismo).

Temos assim que ideias que em geral implicam a condução da economia pelo estado, a alocação de maior quantidade de recursos para a prossecução de intervenção económica estatal, a nacionalização e monopolização da emissão de instrumentos monetários, a atribuição de decisões económicas cruciais ao estado, etc, são, efectivamente, ideias socialistas, ou que visam atingir o socialismo de forma gradual, ou que o sendo julgam não se-lo (uma bizarria, bem sei).

Sem comentários:

Enviar um comentário