segunda-feira, junho 24, 2013

Turismo AMN (6)

No seguimento de Turismo AMN (5), Mesquita Nunes defende que nova revisão de metas sirva para baixar impostos:
"As revisões de metas do programa nunca foram utilizadas para diminuir a carga fiscal. No fundo, mais tempo tem servido para fazer o mesmo. Se houver nova revisão ou flexibilização, seria positivo que ela servisse para nos permitir aumentar o rendimento disponível das famílias e das empresas", defendeu.
"Enquanto a redução dos impostos não for uma opção, política mas também económica - e explicamos isso na moção -, tarde ou nunca teremos a redução de despesa necessária para diminuir a carga fiscal", afirmou Adolfo Mesquita Nunes.

Sem comentários:

Enviar um comentário