segunda-feira, outubro 28, 2013

Vendedores da banha da cobra

A Pobreza Teimosa por Daniela Silva:
Como questionou Hayek: “É possível imaginar uma tragédia maior do que a que se produz quando nos esforçamos por construir o nosso futuro de acordo com ideais elevados, e produzimos involuntariamente o contrário do que desejamos obter com a nossa luta?” Continuarão a bater de frente com esse muro trágico todos aqueles que ambicionarem corrigir a realidade com remendos que são pensados por cabeças que julgam que o mundo nasceu com elas. Não obstante alguns méritos da obra, devo confessar que a leitura de “O Fim da Pobreza” desperta-nos sensações semelhantes às que resultam do visionamento de um episódio do “Querido Mudei a Casa!”. Perante uma casa com 50 anos, eis que chega uma decoradora de interiores que julga conseguir resolver os problemas de som, humidade e podridão com o simples recurso a tintas coloridas, estampados e velas de cheiro. É uma tragédia perceber que grande parte da sociedade continua a acreditar em soluções de pouca durabilidade e em mudanças repentinas. Espera-se que os embates com a realidade sejam cada vez mais didácticos para todas as pessoas.

Sem comentários:

Enviar um comentário