quinta-feira, dezembro 26, 2013

Adriano Moreira delira

eu chamar-lhe-ia socialismo por Rui A:
O Professor Adriano Moreira, um homem frequentemente ponderado e sensato em questões de política internacional, parece não ter perdido os antigos traumas e fantasmas de António de Oliveira Salazar a respeito do liberalismo. Salazar não estimava o liberalismo jacobino republicano português por razões de proximidade histórica e antagonismo evidentes, nem a tradição liberal democrática inglesa por isso mesmo, por ser democrática. Já o Professor Adriano Moreira não aprecia esta “Europa liberal”, em que ele afiança que vivemos, e que terá sido, segundo ele, causadora de “desemprego, espoliação fiscal, quebra de serviços públicos e da credibilidade dos agentes”. O Professor Adriano Moreira acha que todas estas desgraças foram culpa do “liberalismo, sem ética, sem regras”, ou seja, do mercado, da propriedade privada, da liberdade individual, em suma, da falta de governos europeus fortes, interventores e politicamente dirigistas. Ou o Professor Adriano Moreira não viveu nos últimos cinquenta anos na Europa, ou precisa urgentemente de rever alguns conceitos elementares.

Sem comentários:

Enviar um comentário