quarta-feira, agosto 20, 2014

Rant Liberal do Dia

Há por aí uma "atitude", que me parece bastante rascalhona, de porreiro-democratizar a vida social. Explicando. "somos todos iguais", certo? Tu e eu, mesmo que eu não te conheça de parte nenhuma, e mesmo em situações bem claras em que "antigamente" eu devia dirigir-me a ti na terceira pessoa. É que "aqui" não há lugar a arrogâncias. E assim "marcha" toda a gente - os mais velhos, os superiores hierárquicos, e novos e maçaricos. Esta coisa não se trata de informalidade, que também obedece a códigos e contextos, mas de nívelar primeiro, e sempre por baixo, sob um qualquer pretexto "bom". Não falta quem, em ocasiões mais exuberantes, promova que toda a gente participe numa qualquer palhaçada pirosa "super-divertida" porque é boa onda, e porque temos "todos" de participar ao mesmo nível. Caso contrário, obviamente a pessoa, que estava no seu cantinho, tem problemas. Isto também a propósito do "desafio do balde de gelo". A malta que se divirta muito, força com isso, angariem muito dinheiro para uma doença que nem sabem soletrar. Agora, há um certo gáudio em ver "os poderosos", os "que se acham melhor do que os outros", a descer do seu pedestal, inflingindo-se com um banho de água gelada (podia ser uma tarte de natas, o espírito é o mesmo), cedendo portanto ao bullying social das massas. Vai pelo ralo a classe com as "classes".

Sem comentários:

Enviar um comentário