domingo, dezembro 28, 2014

Rant Liberal do Dia

O Churchill terá dito "The best argument against democracy is a five-minute conversation with the average voter." Ora, na era das caixas de comentários abertos do Youtube e do Facebook -- não propriamente conhecidos por grande profundidade intelectual ou cívica --, impressiona como é que ainda haja quem defenda a dita "democracia". Dizem que é muito bonito "a palavra ao povo", mas na prática o povão tem voto em matérias sérias da vida de outros. Em alguns aspectos, esta gentalha, esta matilha de fanfarrões, têm mais peso na minha vida do que eu próprio. (E a malta "normal" que alinha no sistema, idem). Os "representantes" que elegem, por artes mágicas de "legitimidade democrática" passam a ser os meus representantes, e a deter poder sobre mim. Quando em situações sociais eu não escolheria conviver nem com uns, nem com outros.

5 comentários:

  1. Eu compreendo o seu argumento, mas que outra hipótese temos? Está na natureza humana a organização "tribal" (tribo esta com maiores ou menores dimensões) em que existe um organismo de chefia (chefe tribal que actualmente chamamos Governo) e tradições para a escolha desse organismo (antes podiam ser 7 cavaleiros debaixo de um carvalho hoje é o povão a votar). Posta a nossa tendencial natural para nos organizarmos em regimes cuja autoridade é sempre colocada em mãos alheias, a democracia não surge como a melhor alternativa?

    É que a única alternativa viável que vejo à democracia actual é descentralização do poder, empurrando os votos para o nível local. mas mesmo assim estariamos sempre dentro do modelo democrático.

    ResponderEliminar
  2. Aliás relembro que o próprio Churchill afirmou: "a democracia é a pior forma de governo, à excepção de todos as outras".

    ResponderEliminar
  3. O Churchill estava longe de ser um pensador com alguma consistência - basta olhar para o seu percurso político/ideológico....

    ResponderEliminar
  4. Quanto à alternativa à democracia, menos e menos democracia em tudo. Um mal não se aceita porque não parece haver uma alternativa perfeita. Combate-se.

    ResponderEliminar
  5. claro, faz sentido. reduzir o numero de áreas em que uns podem decidir sobre a vida de outros, seja de que forma for...de facto é a alternativa.

    ResponderEliminar