terça-feira, abril 12, 2016

aviso à navegação

aviso à navegação por by rui a.:
O estatismo projectou a ideia, que vingou em sociedades mais frágeis, como a portuguesa, de que os governantes são uma espécie de seres superiores ao comum dos mortais, de elevada inteligência, com capacidades para além do normal, que zelam, abnegadamente, pela nossa felicidade. Erro fatal: não apenas são homens exactamente iguais aos outros nas suas limitações e incapacidades, como muitos deles têm um elevado quociente de estupidez congénita, que o vício e a dependência da política agravaram e obstruíram o mais elementar sentido crítico. E esta gente toma decisões que a todos nos podem afectar. É bom estarmos conscientes disso.

Sem comentários:

Enviar um comentário